Junho está chegando…

Maio está acabando e deixa aquele friozinho típico que antecede o inverno. Neste ano o outono está menos azul celeste e mais rigoroso. Para esquentar, uma boa pedida é o quentão ou vinho quente. De preferência em volta da fogueira, dançando quadrilha.

As festas juninas, que no interior se concentram na praça da Matriz, são tradicionalmente homenagens a santos católicos. Dia 13 de junho, o casamenteiro Santo Antônio reúne as moças solteiras (e aquelas nem tão moças assim também) em busca de marido. Além de promessas e simpatias, há até quem pule a fogueira para casar. No dia 24, o mais famoso de todos é o homenageado. Salve São João e as festas joaninas. Para fechar o mês com chave de ouro, dia 29 é dia de São Pedro (entendeu? chave – São Pedro/ São Pedro – chave).

Praça da Matriz, em Atibaia (SP)

Festa Junina na Praça da Matriz - Atibaia/SP

Festas que mesclam o cristão e o pagão, os antigos celtas, bretões, egípcios, persas, entre outros já faziam fogueiras nesse período como ritual de invocação da fertilidade para que houvesse fartura nas colheitas, foram trazidas para o Brasil pelos portugueses no século XVI e fizeram enorme sucesso.

Espalhadas em todas as regiões do país, cada uma com sua peculiaridade. Algumas hoje tem fama nacional como a de Caruauru (PE) ou Campina Grande (PB). Mas os elementos essenciais a esses festejos estão em todas, são as comidas e bebidas típicas (povo do interior adora uma festa com comida típica). E então se tem pamonha, cural, milho cozido, canjica, pipoca, paçoca, arroz doce, pinhão, batata doce, pé-de-moleque, bolo de fubá, quentão… 

“Capelinha de Melão

  é de São João

  É de cravo, é de rosa,

  é de manjericão

  São João está dormindo

  Não acorda, não.

  Acordai, acordai, acordai João”

 (Braguinha e A. Ribeiro)

 

5 Respostas so far »

  1. 1

    Maitê said,

    Amo essa festança toda !!! Quadrilha, fogueira, pinhão, correio elegante, doces e mais doces, picocas e o maravilhoso e único bolinho caipira……conhece ???

    não !!! que pena, precisa ir então nas festas juninas do Vale do Paraíba e saborear essa maravilha valeparaibana

  2. 2

    Tuco said,

    Sim, sim sim…
    Festas juninas (pq para mim, não-católico, as festas recebem o nome do mês e não do santo) são sinônimo de coisas boas.
    Comidas com sustância. bolos e tortas pedaçudos, bebidinhas fumegantes e tudo o mais que couber no tacho de cobre no fogão à lenha.
    DE-LÍ-CI-A!!!!

  3. 3

    Tuco said,

    Ahhhhh, junho também é tempo daquelas festas italianas absurdas.
    Claro que o digníssimo dono do blog vai afirmar que “isso não é coisa do interior, que no interir mesmo só rola queernesse, que isso é coisa de cidade grande”.
    Uma pena, mas um dia eles aprendem a admirar nossas beçezas como nós admiramos as deles…

  4. 4

    coisasdointerior said,

    DIREITO DE RESPOSTA
    FESTA ITALIANA É TRADICIONAL EM QUALQUER LUGAR, DESDE QUE HAJA UMA COLÔNIA LÁ. ENTÃO, MEU AMIGO, QUEM SABE A GENTE COMENTA ALGUM DIA (JUNHO NEM COMEÇOU) A FESTA DE SÃO GENNARO (OPA!!! MAIS UMA FESTA DE SANTO).
    ABS
    Digníssimo

  5. 5

    Maitê said,

    Crenças e naturalidades das festas a parte, a pergunta que não quer calar é a seguinte: CAPELINHA DE MELÃO !!!! Alguém sabe onde fica essa capela ????


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: