Da série Curiosidades – Parte 1

Música fúnebre. A cidade pára. Todos saem à rua para escutar. O som vem da igreja, na praça principal da cidade.

“Nota de Falecimento” – uma voz de mulher anuncia – “Faleceu hoje Fulano de Tal, filho de ciclano, sobrinho de beltrano. O velório será no cemitério deste município às X horas”.  É dessa forma que toda a cidade de Pariquera-Açu fica sabendo das mortes.

Vista aérea da praça de Pariquera

Vista Aérea da praça de Pariquera (www.pariquera.com.br)

3 Respostas so far »

  1. 1

    Maitê said,

    Não é só em Pariquera não , em Ouro Preto e Tiradentes (duas lindas cidades da Histórica Minas Gerais) também têm esse impoprtate serviço. Lá as pessoas ficam sabendo dos falecimentos, missas, casamentos e até de fofocas pelo serviço instalado nas 250 mil igrejinhas que existem nas cidades…..

  2. 2

    Rogério Kozikoski said,

    Bem interessante isso, nasci e cresci nessa cidade…lembro que tocava uma música padrão antes do anúncio de falecimento…nessa hora era silêncio total para ouvir a nota…é até meio macabro porque se tratava de falecimentos, mas confesso que bateu uma nostalgia…

  3. 3

    Ronaldo Bazoli said,

    Sem duvida é um serviço de prestação pública de relevancia,onde após sua divulgação, encontramos as mais diversas reações ,uns se entristecem e comentam ,por que conheciam a pessoa que se foi, outros não dizem nada e somente meditam , chegado a conclusaõ que aqui somente estamos de passagem ,e ainda outros não reagem a noticia,tocando o “barco” por que a vida não pode parar….!


Comment RSS · TrackBack URI

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: